Vale a pena conhecer: Salvador Vegan Café

Oi, tudo bem? Queria começar dizendo que este é um dos posts mais especiais que já escrevi por aqui! Falar sobre o Salvador Vegan Café é tão especial, mas tão especial que nem sei explicar. Além de ser a primeira cafeteria vegana em Joinville/Santa Catarina, o lugar é também a realização de um sonho de duas pessoas: Bruno Isidoro (meu namorado), vegano há 11 anos, e Ribas, vegano há 8. Eu sei como meu namorado sonhou em ter um lugar assim e é tão incrível que isso finalmente se tornou realidade. É aquela coisa de quando você sonha com algo com certeza pode realizar! ❤

Salvador Vegan Café

Foto: Divulgação

Bom, o Salvador Vegan Café inaugurou faz um mês em Joinville – cidade onde faço faculdade – e já se tornou referência pra muita gente daqui. Antes, para encontrar lugares assim aqui na região, era preciso ir pra Curitiba, Balneário Camboriú, Florianópolis e até São Paulo. Agora, Joinville conta com um estabelecimento 100% vegano, o Salvador Vegan Café.

A ideia de criar o lugar surgiu de uma conversa sem muitas pretensões entre os donos, mas dali eles perceberam o quão importante seria a construção deste espaço. E não só pra eles, mas também para a cidade. A ideia do café vegano é ter alimentos gostosos, bonitos, onde quem é vegan possa entrar e comer, sem precisar se preocupar com os ingredientes.

Cardápio

Tá, mas aí você pode se perguntar o que tem para comer em uma cafeteria vegana, né? Então, além dos vários cafés, como cappuccino, mocca, machiato e a utilização do chantilly, existem diversas opções de comida, como pizzas, torta salgada, empadinhas, empadão, pãezinhos de “queijo” e coxinha. E os doces também marcam presença! Os bolos e as tortas doces de limão, chocolate e maracujá fazem sucesso por aqui! Também rola a especialidade da casa, o Gorila Shake, que é um “milk shake”, só que ao invés do sorvete, a base é a banana. Os sabores são morango, chocolate, açaí e paçoca. Uma delícia! Apesar de ser tudo vegano, é cardápio agrada quem não é vegan também, viu? Digo isso por experiência própria. haha

Separei algumas fotinhos que são compartilhadas na página no facebook para dar água na boca:

Salvador Vegan Café

Fotos: Divulgação Facebook

Sobre o nome

O que legal é que a escolha do nome também tem um motivo bacana. A cidade de Salvador foi palco de um dos episódios mais importantes de resistência negra no período de escravidão do Brasil. Em 1835, um grupo de escravos de origem africana e orientação islâmica se organizou politicamente na intenção de derrubar o sistema vigente. A ação, conhecida como Revolta dos Malês, não teve sucesso, mas o poder de organização e mobilização dos escravos mostrou a força de resistência e repercute até hoje.

A escolha do nome “Salvador” para o primeiro estabelecimento vegano de Joinville tem vários motivos, todos ligados ao “existir”, “questionar” e “resistir”. Porém, esta história de luta na cidade de Salvador é a maior inspiração para o Bruno e para o Luiz. “Acreditamos que a luta pelos direitos dos animais deve estar atrelada a luta pelos direitos humanos. Por isso, em defesa do poder de resistência e da luta pela libertação humana e animal apresentamos em nossa identidade visual a referência à cidade de Salvador e, consequentemente, à Revolta dos Malês. Temos a certeza que a construção de uma sociedade mais justa é possível, por meio da informação e da discussão“, explica Bruno.

logo salvador vegan café

A intenção é que Salvador também promova discussões sobre direitos humanos e direitos dos animais, além de ser um espaço cultural, com a exposição de fotografias e obras de arte. No local, também há a Barba Ruiva Livros, livraria com obras a preços populares.

Você pode conhecer melhor como é a atmosfera do lugar neste vídeo aqui:

Bom, então é isso, queria compartilhar aqui, com um post bem bonitinho, sobre o lugar mais bacana de Joinville hahaha Espero que tenham gostado e se um dia passar por aqui, faz uma visitinha! O endereço é Rua Henrique Meyer, 61, sl. 3, Centro – Joinville, e o horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 9h30 às 20h30 e nos sábado das 10h às 21h.

Um beijo,

Gabi.

Um clube para os apaixonados por café

Oi, tudo bem? Com o inverno chegando está na hora de trocar o sorvete por fondue e o suco geladinho por bebidas quentes. Com o clima mais frio, eu gosto de tomar café com muito mais frequência do que tomo durante o verão. Acho que a bebida me deixa com mais calor ainda e eu simplesmente não consigo tomar sempre haha Mas eu sei que tem gente que ama café não importa a estação e por isso resolvi compartilhar sobre o Clube do Café, que conheci por uma colega de trabalho e amante de café.

café

Divulgação

Seguindo a tendência e a facilidade que existe hoje para entregar alimentos em casa, o Clube do Café é um clube para os apreciadores de café gourmet, que oferece aos associados a oportunidade de experimentar combinações e sabores diferentes de café, fugindo das opções existem no comércio tradicional.

Ao se associar, você pode escolher um dos planos do clube o clássico, arrojado ou expert – e receber o café no conforto da sua casa. Dependendo do plano escolhido, é possível definir o sabor, a variedade do café, o tipo de moagem e até o nível de torra, além da quantidade de café que você receberá, que varia de 250g até 5kg.

Ao escolher o plano arrojado, por exemplo, você pode experimentar novos sabores de café todo mês. O sabor do mês de março tem um corpo suave e aveludado com acidez ressaltada, finalização apurada com notas que lembram frutas cítricas. Diferente, né?

E o preço é bem em conta. Simulei 500g no plano arrojado, com a moagem para filtro e sairia por R$27,90 por mês. Achei bem ok para um produto diferenciado. O legal é que o site conta com informações sobre o café e explica certinho sobre os tipos de moagem, torra e etc caso possa haver alguma dúvida sobre como deve ser montado o seu plano.

E aí, o que achou? Espero que tenham gostado da dica!

Beijos, Gabi!

Vale a pena conhecer: New York Cafe

Oi, tudo bem? No último domingo, 28, eu e meu namorado fomos pra Curitiba. Eu queria fazer umas compras no Largo da Ordem (o que não ocorreu por motivos de chuva ;/ ) e queríamos ir na exposição da Frida Kahlo, no MON.

No final do dia, acabou surgindo de irmos no New York Cafe, e eu fiquei animada, pois já tinha visto em alguns lugares que essa cafeteria era legal. Aí quando soubemos que eles contam com várias opções veganas (meu namorado é vegan), decidimos ir com certeza!

Chegamos no final da tarde e tinha fila de espera para conseguir uma mesa. Portanto, é bom chegar um pouco antes para garantir um lugar. Nós não conseguimos sentar lá dentro :/ por isso que as fotos não estão tão legais quanto poderiam ser, já que a decoração do local ajuda bastante.

IMG_20140928_183927111

Inaugurado em 2012, o New York Cafe traz a culinária americana para Curitiba. O Chef morou nos Estados Unidos durante anos e lá trabalhou em restaurantes, por isso o cardápio tem desde hambúrguer até café da manhã tradicional. Tem muita coisa e tudo é feito artesanalmente.

As opções veganas também são bem variadas, meu namorado tomou este café de avelã com leite de amêndoas. Ele amou!  Eu pirei nos doces, queria todos, mas levei pra casa só esse Danish (me senti em Bonequinha de Luxo ❤ ).

Eu achei os preços ok, até pelo diferencial do ambiente e do cardápio.

NewYorkCafe

Como eu comentei, a decoração é muito legal. Pena não ter conseguido sentar lá dentro, mas tirei umas fotos, com o celular mesmo, pra ilustrar.

IMG_20140928_193126942

IMG_20140928_193147583

IMG_20140928_193116681

Não vejo a hora de ir novamente pra Curitiba para experimentar as outras delícias!

Espero que tenham gostado. Acho que vale a pena a visita!

Beijos, Gabi.

Receita: S’more de micro-ondas

Oi, tudo bem? Eu já comentei aqui que não sei cozinhar, mas eu consigo me virar razoavelmente quando quero fazer algum doce (graças!). Eu já fiz s’mores algumas vezes e nessa semana bateu a vontade de comer de novo e resolvi compartilhar aqui.

O s’more é um doce feito tradicionalmente nos acampamentos dos Estados Unidos e Canadá, e os ingredientes são chocolate, marshmallow e graham cracker (um tipo de bolacha, biscoito).

Para a minha receita, usei clube social tradicional, marshmallow (você pode usar qualquer um) e chocolate Hershey’s ao leite (por ele ser mais fininho é mais fácil de derreter, mas isso também fica ao seu critério). Eu já usei bolacha maria em outras vezes, mas achei que ficou muuuito doce.

smores

A montagem é muito simples:

Pegue uma bolacha, coloque um pedaço de chocolate em cima, 1 ou 2 marshmallows, dependendo do tamanho dele, e leve ao micro-ondas por cerca de 15 segundos. O marshmallow vai inchar. Depois é só pegar outro pedaço de bolacha e colocar em cima, formando um ”sanduíche”. Está pronto seu s’more!

como fazer smores

S'more

Essa receita é muito fácil e maravilhosa! Super recomendo!

Agora que você já aprendeu a fazer essa receita básica, te convido a ver esse link para testar seus dotes culinários com outras 39 receitas de s’mores!

Espero que tenham gostado e se você já comeu s’more me conta!

Beijos, Gabi.